História

Origem do Padel

 

O Padel originou-se por volta de 1890, quando passageiros de navios ingleses tentaram adaptar a prática de tênis ao espaço dos navios. Esse tênis de alto mar, como ficou conhecido no início, era praticado numa quadra de dimensões menores e protegida por telas. Somente em 1924, o Padel passou a ser praticado em terra, quando o norte americano Frank Beal improvisou algumas quadras nos parques municipais de Nova Iorque. Por essa época, o esporte passou a ser chamado de Padel-tenis. Em 1969, Enrique Corcuera construiu a primeira quadra de Padel em um hotel de Acapulco, no México. Foi Corcuera quem definiu as dimensões de quadra e o regulamento que rege o esporte mundialmente. Outro grande responsável pela difusão do Padel foi o príncipe espanhol Afonso de Hohenlohen. Entusiasmado com o novo esporte, o nobre levou-o para a expansão do Padel para outros países europeus. Atualmente, o Padel é organizado e regulamentado a nível mundial pela FIP (Federación Internacional de Padel), entidade que conta com 15 associados, nos quais se destacam o Brasil, Argentina, México e a Espanha.

 

O jogo é disputado sempre em duplas. A bola é semelhante à de tênis, com alguma alteração de peso. Uma quadra de Padel, tem 20m de comprimento por 10m de largura, com paredes nos fundos e parte das laterais, sendo recoberta de tela no restante.

 

Alguns, mais sofisticados, utilizam vidro ou blindex no lugar das paredes, permitindo excelente visualização do jogo para fins televisivos inclusive.

 

O diferencial do Padel para outros esportes de raquete é a interação das paredes, uma vez que elas recolocam a bola em jogo, dando mais emoção e dinamismo à disputa de um ponto.

 

Padel no Brasil

 

No Brasil, a primeira quadra de Padel foi construída na Sociedade Harmonia Jaguarão na cidade gaúcha de Jaguarão e outra em Livramento. Em 1991, outros clubes como o Okinawa de Porto Alegre, a Sociedade Aliança de Novo Hamburgo e o Cepel de Pelotas aderiram ao esporte. E em Setembro de 2013 Caxias do Sul entrou para a lista de entusiastas, inaugurou-se a FLY PADEL & Squash, com duas quadras de Padel e Uma de Squash, Todas cobertas, a serra gaúcha vem se destacando e o crescimento de interessados pelo esporte só aumenta.

 

Em 1992, foi fundada a Federação Gaúcha de Padel, a primeira do país, na Sociedade Aliança em Novo Hamburgo. A partir disso, o esporte se difundiu por outros estados brasileiros, com destaque para Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco.

 

Na atualidade, praticamente todas as capitais do Brasil possuem quadras de Padel para a prática do esporte.

 

Em nível mundial, cerca de 34 países possuem Federação responsável pela administração do esporte nos quatro continentes do planeta. Fazem parte desta lista, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Chile, República Checa, Dinamarca, República Dominicana, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grã Bretanha, guatemala Índia, Itália, Japão, Lituânia, México, Mônaco, Noruega, Paraguai, etc.

 

A FIP

 

O crescimento do esporte foi tamanho, que houve a necessidade da criação de uma Federação Internacional de Padel. A FIP foi criada em Madrid, em 1991 e no ano seguinte foi realizado, na Espanha, o primeiro Campeonato Mundial de Padel, com a participação de 11 países americanos e europeus. Em 1993, o Padel foi reconhecido como modalidade desportiva pelo Conselho Superior de Desportos. A FIP tem, em fevereiro de 2020, 42 países membros associados.

 

Atualmente a FIP é integrante do GAISF e aspira ser admitida no COI nos próximos 3 anos, sendo que a França requisitou formalmente às autoridades olímpicas que o Padel seja o esporte de demonstração na olimpíada de Paris, em 2024.